Equipas remotas

O João Pereira partilhou o seguinte link: Profissionais remotos podem ser mais produtivos, aponta estudo do MIT.

Este tema é interessante, porque apesar das razões apresentadas aqui serem válidas e fazerem sentido, há toda a tendência em sentido contrário aliada ao Agile e ao Scrum, que diz para colocar os membros da equipa, e mesmo as várias equipas, no mesmo sitio, edificio, piso e mesmo todos à volta da mesma mesa. Em relação a esta última abordagem, eu já vi isto a funcionar mesmo, com bons ganhos de productividade.

Em relação à abordagem do artigo, nunca vi a tentar implementar este método de trabalho mesmo a sério, por isso não sei… mas seria interessante. Eu acho que ia gostar…. Na realidade eu acho que só funcionava bem se fosse um sistema um bocado misto, ou seja, permitir que as pessoas fiquem em casa alguns dias, nos dias que estejam a prever um trabalho mais isolado!


You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

2 Comments »

 
  • joao says:

    Viva Pedro. Confesso que não vi o estudo e partilhei o link num contexto fora da nossa indústria em concreto. Mas no nosso contexto, como tu o podes comprovar, as metodologias ágeis tendem a resultar muito bem, apesar de também não as poder comparar com outras que sejam baseadas nesse estudo do MIT.

    Talvez o trabalho remoto resulte em ganhos de produtividade em projectos que não sejam tão complicados e mutantes como os nossos :). Por acaso gostava de ver o estudo, mas os gajos do CIO Brazil nem um link deixaram que nos levasse ao estudo. Encontraste-o?

  • Obrigado pela tua opinião!
    Não, só li mesmo aquele artigo. Pois talvez em outro tipo de projectos estas equipas remotas funcionem bem, mas mesmo assim parece-me complicado que seja melhor do que equipas reunidas no mesmo local. Gostava de conhecer um caso prático.

 

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

  •